Pular para o conteúdo principal

Deusa do Mar

Olha que capa maravilhosa!!!
ITEM 10, UM LIVRO QUE TENHA MITOLOGIA- DESAFIO CRÔNICA SEM EIRA
Quem é vivo sempre aparece né? Fiquei longe um bom tempo, na correria das obrigações acadêmicas, profissionais e pessoais eu não tive tempo nem inspiração para vir conversar, várias
coisas me surgiram mas nada que eu conseguisse desenvolver. Felizmente sempre conseguimos um pouco de ar fresco para colocarmos algumas coisas no eixo, esse feriado e essa semana pós prova me deram uma brecha para terminar uma leitura e assim poder vir compartilhar mais uma resenha.
Sem mais delongas, Deusa do Mar é o primeiro livro da série Goddess da escritora P.C Cast, apesar de ele fazer parte de uma série é um livro independente, basicamente cada livro atua como um conto.
Deusa do Mar conta a jornada da jovem Chris, ela está completando 25 anos e é sargento da Força Aérea Americana, na noite de seu aniversário ela estava sozinha, meio deprimida e meio embriagada pelo champanhe, entre uma taça e outra surge a ideia de fazer um ritual. Uma dança para a lua, os quatro elementos reunidos e um pedido do coração para a Deusa Gaia, fez a vida da sargento virar de ponta a cabeça.
Quando um acidente acontece Chris se vê tendo que tomar uma decisão. Trocar de corpo com a sereia Ondina e sobreviver ou ter sua vida interrompida.
Os perigos não param no acidente, depois de escolher habitar o corpo da princesa Ondina, Christine descobre que o mar possui suas próprias ameaças, Chris recebe amparo da Deusa Gaia invocada na noite do ritual,  para ficar segura ela precisa tomar a forma humana e achar o amor verdadeiro, a cada 3 noites ela é chamada ao mar para tomar a sua forma de sereia, apesar de ela ter conhecido um cavalheiro de armadura por quem ela devia ter se apaixonado a princesa ser vê cada vez mais envolvida pela magia do mar e por um certo ser que não sai de sua cabeça.
O clichê para na descrição, a personagem é meio maluca e até engraçada, você se diverte com as atitudes dela, ela é forte e esperta, e a maior parte da narrativa se desenvolve no amor que ela tem pela magia e pelo sagrado feminino. É muito gostoso ver ela rejeitando os cortejos do cavalheiro Andras e se dedicando ao mar, à Deusa e a ajudar as mulheres que ela conheceu.
A mitologia é a melhor coisa, não é nenhuma novidade que eu tenho uma queda estilo penhasco por mitologias, o foco dessa vez está na Deusa da Terra Gaia e um pouco no Deus do mar Lyr, alguns seres mitológicos aparecem e junto com a deliciosa descrição das profundezas oceânicas tudo fica realmente mágico.
O que me incomodou um pouco foi o romance de Chris com Dylan (vocês vão descobri quem ou o que ele é se lerem o livro), não que eu tenha algo contra ele, mas a relação dos dois foi pouco desenvolvida, eu queria que os dois se conhecessem mais, conversassem mais, se descobrisse, mas eles só queria fazer sexo. E vou te contar imaginar sexo entre seres mitológicos foi no mínimo bizarro.
O livro é rapidinho de ler, apesar das 400 e poucas páginas. Algumas coisas ficaram sem ser respondidas mas no todo foi uma leitura agradável. Tem ação, intrigas, amor, magia, mulher enfrentando macho alfa dominador, e bastante cena hot.
Se você gosta de mitologia e quer viajar para uma época distante da sua eu recomento Deusa do Mar.
Vi em uma resenha um conselho e vou fazer o mesmo aqui, é preciso paciência e acho que também um pouco de ceticismo (ou fé na Deusa) para lê-lo, tem romance com juras eternas de amor, tem golfinho, tem gente maldosa, então não me culpe caso não goste, eu li ele em uma fase e em uma vibe que combinou, não sei se vai ser assim com você ok?
Ah e se você estudou, estuda ou viu alguma coisa sobre wicca vai se arrepiar em algumas partes que nem eu, mas sempre um arrepio acompanhado de um sorriso.
Boa leitura e até nosso próximo papo literário.

Comentários

  1. Oi, Babi! Já estava com saudades!
    Sabia que eu acho incrível alguém conseguir colocar a vida em dia no feriadão? eu só consigo procrastinar e faço menos do que em um final de semana comum, ahahahahha.
    Sobre o livro: já fiquei com o pé atrás por causa da autora, li o livro Marcada dela e foi um dos poucos livros que eu digo sem medo que não leria de novo. Não gostei da forma como escreve e achei a história super chata e repetitiva.
    Mesmo com a sua recomendação não me imagino lendo um livro da autora de novo :(

    Um beijo e não suma não!

    ResponderExcluir
  2. Oi Dri, também estava com saudades, esse feriado veio em um momento perfeito, mas nem sempre consigo colocar a vida nos eixos, também sou adepta de ficar dormindo o dia todo.
    Quando um autor nos decepciona é muito difícil voltar a confiar e dar créditos né.Este foi o único livro dela que eu li então não sei dizer se ela melhorou kkkk.
    Um beijo e se eu puder não sumo.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Uma curiosidade sobre o jornalismo: mascote

Olá queridos leitores,
hoje eu vim aqui trazer para vocês uma curiosidade do jornalismo. É algo que eu descobri recentemente, achei interessante, e vim compartilhar.
Você sabe qual é o mascote que representa o seu curso? Ou o símbolo dele? Não? Não acha que seja algo relevante?
Pois saiba que na sua formatura, o(a) organizador(a) do evento terá a obrigação de saber para inserir na cerimônia, além disso o mascote ou o símbolo pode ter uma grande carga moral e ética que resume bem a sua futura profissão ou o perfil adequado, e lhe servirá de guia em sua jornada. Como exemplo eu trouxe os símbolos ou mascotes do jornalismo:
Foca: a foca é destinada a representar os recém formados (novatos) ou que estão prestes a entrar no curso, representa aqueles com pouco ou nenhuma experiência, a foca é considerada um animal curioso e observa tudo ao redor, pois é algo novo para ele, além disso ela demonstra determinação. Há aqueles jornalistas que não gostam muito dessa representatividade.



Raposa: ah…

Como transformar seu dia

Ela acorda pela manhã às 6:00, não dá tempo de colocar aqueles 5 minutos a mais no despertador, é preciso correr e se arrumar, mal da tempo de assimilar as coisas ao seu redor, ou de espantar o sono. Nessa fração de segundo, entre chutar o edredom e pisar na cerâmica gelada, o pensamento de desistir do seu dia assola sua mente, será que se faltasse do serviço só por hoje seria demitida? Por que ela não podia se permitir ser mais irresponsável? Tão rápido quanto veio o pensamento se dissipa, onde já se viu? A dificuldade 2x pior na vida de outras pessoas, os planos para o futuro, aqueles que dependem dela e até o mimo no fim do mês são desculpas suficiente para seguir em frente.
Seu dia começou.
Novamente.
Mais doses daquela rotina construída.
Seu dia tem tudo para ser como todos os outros.
Ela entra no metrô, abre um livro e se perde na rotina de outra pessoa, cavalga suavemente nas palavras que descrevem uma vida que não é sua. O fato de estar em pé e ter que ficar com o braço levan…

Playletras da superação

Olá queridos leitores. Já fazia um tempão que eu não fazia Playletras né? Para compensar eu trouxe uma lista com um propósito nobre. No playletras de hoje eu quero pedir que você baixe essas músicas, pode ser no celular ou no computador, de preferência quando estiver sozinho, escute em volume alto e preste atenção na letra. Deixe sua mente vagar pela mensagem porque as canções de hoje foram feitas e selecionada para ajudar você a superar, seja um término, seja pessoas ruins na sua vida, escolhas ruins ou erros que você não consegue deixar para traz, essas bandas de rock querem te incentivar a seguir em frente, então aperte o play and move on!
1° Pitty- Serpente A baiana Pitty é aquela melhor amiga que te manda a real! Ela vai te dizer o que você precisa escutar não o que você quer. Recentemente ela passou por uma fase bem difícil mas transformou essas experiências em um álbum de superação, a melodia é cheia de instrumentos diferentes que nos embalam em uma leve alegria e ainda remete…