slide

25 abril 2016

Deusa do Mar

Olha que capa maravilhosa!!!
ITEM 10, UM LIVRO QUE TENHA MITOLOGIA- DESAFIO CRÔNICA SEM EIRA
Quem é vivo sempre aparece né? Fiquei longe um bom tempo, na correria das obrigações acadêmicas, profissionais e pessoais eu não tive tempo nem inspiração para vir conversar, várias
coisas me surgiram mas nada que eu conseguisse desenvolver. Felizmente sempre conseguimos um pouco de ar fresco para colocarmos algumas coisas no eixo, esse feriado e essa semana pós prova me deram uma brecha para terminar uma leitura e assim poder vir compartilhar mais uma resenha.
Sem mais delongas, Deusa do Mar é o primeiro livro da série Goddess da escritora P.C Cast, apesar de ele fazer parte de uma série é um livro independente, basicamente cada livro atua como um conto.
Deusa do Mar conta a jornada da jovem Chris, ela está completando 25 anos e é sargento da Força Aérea Americana, na noite de seu aniversário ela estava sozinha, meio deprimida e meio embriagada pelo champanhe, entre uma taça e outra surge a ideia de fazer um ritual. Uma dança para a lua, os quatro elementos reunidos e um pedido do coração para a Deusa Gaia, fez a vida da sargento virar de ponta a cabeça.
Quando um acidente acontece Chris se vê tendo que tomar uma decisão. Trocar de corpo com a sereia Ondina e sobreviver ou ter sua vida interrompida.
Os perigos não param no acidente, depois de escolher habitar o corpo da princesa Ondina, Christine descobre que o mar possui suas próprias ameaças, Chris recebe amparo da Deusa Gaia invocada na noite do ritual,  para ficar segura ela precisa tomar a forma humana e achar o amor verdadeiro, a cada 3 noites ela é chamada ao mar para tomar a sua forma de sereia, apesar de ela ter conhecido um cavalheiro de armadura por quem ela devia ter se apaixonado a princesa ser vê cada vez mais envolvida pela magia do mar e por um certo ser que não sai de sua cabeça.
O clichê para na descrição, a personagem é meio maluca e até engraçada, você se diverte com as atitudes dela, ela é forte e esperta, e a maior parte da narrativa se desenvolve no amor que ela tem pela magia e pelo sagrado feminino. É muito gostoso ver ela rejeitando os cortejos do cavalheiro Andras e se dedicando ao mar, à Deusa e a ajudar as mulheres que ela conheceu.
A mitologia é a melhor coisa, não é nenhuma novidade que eu tenho uma queda estilo penhasco por mitologias, o foco dessa vez está na Deusa da Terra Gaia e um pouco no Deus do mar Lyr, alguns seres mitológicos aparecem e junto com a deliciosa descrição das profundezas oceânicas tudo fica realmente mágico.
O que me incomodou um pouco foi o romance de Chris com Dylan (vocês vão descobri quem ou o que ele é se lerem o livro), não que eu tenha algo contra ele, mas a relação dos dois foi pouco desenvolvida, eu queria que os dois se conhecessem mais, conversassem mais, se descobrisse, mas eles só queria fazer sexo. E vou te contar imaginar sexo entre seres mitológicos foi no mínimo bizarro.
O livro é rapidinho de ler, apesar das 400 e poucas páginas. Algumas coisas ficaram sem ser respondidas mas no todo foi uma leitura agradável. Tem ação, intrigas, amor, magia, mulher enfrentando macho alfa dominador, e bastante cena hot.
Se você gosta de mitologia e quer viajar para uma época distante da sua eu recomento Deusa do Mar.
Vi em uma resenha um conselho e vou fazer o mesmo aqui, é preciso paciência e acho que também um pouco de ceticismo (ou fé na Deusa) para lê-lo, tem romance com juras eternas de amor, tem golfinho, tem gente maldosa, então não me culpe caso não goste, eu li ele em uma fase e em uma vibe que combinou, não sei se vai ser assim com você ok?
Ah e se você estudou, estuda ou viu alguma coisa sobre wicca vai se arrepiar em algumas partes que nem eu, mas sempre um arrepio acompanhado de um sorriso.
Boa leitura e até nosso próximo papo literário.