slide

31 maio 2015

Playletras: saudade

Oi queridos leitores!!
Bom, se você é novo por aqui deixa eu te explicar uma coisa: a "playlist" do Let's talk é um pouco diferente das demais. Eu não me contento em ouvir as músicas, eu tenho que ir atrás da tradução e as melhores letras ganham um espaço no meu coração, eu já cheguei até a colecionar as letras em um caderno azul, mas já deixei esse hábito de lado. Depois da criação do blog resolvi compartilhar essas traduções com vocês, separadas por temas.
Essa é a segunda Playlist de Letras e as músicas separadas falam sobre saudades (ah vai dizer que você nunca sentiu?!), então pega um lencinho e aperte o play.


Dear God- Avenged Sevenfold



Querido Deus
Uma estrada solitária, cruzou outra linha fria de estado
Milhas de distância daqueles que amo
Um objetivo difícil de encontrar
Enquanto eu me lembro de todas as palavras que você me falou
Não posso evitar, mas queria estar lá
De volta ao lugar que eu gostaria de estar, sim
Querido Deus a única coisa que eu te peço é
Para cuidar dela quando eu não estiver por perto



Here without you- 3 Doors Down

Aqui sem você
Cem dias me fizeram mais velho
Desde o último momento em que vi seu lindo rosto
Milhares de mentiras me fizeram mais frio
Eu não sei se posso ver isso da mesma maneira
Mas toda distância que nos separa
Desaparecem quando eu sonho com seu rosto
Eu estou aqui sem você baby
Mas você ainda está em minha mente solitária
Eu penso em você baby
E eu sonho com você o tempo todo
Eu estou aqui sem você baby
Mas você ainda está comigo em meus sonhos
E  hoje a noite, somos só você e eu



Who Knew- Pink 


Quem diria
Você pegou minha mão
 Você me mostrou como
 Você me prometeu que ficaria por perto
 Aham 
Tá certo
...
 Lembra-se quando nós éramos tão bobos
E tão convencidos e tão, tão legais
Oh não
Não não
Eu queria poder te tocar de novo
Eu queria poder ainda te chamar de amigo
Eu daria qualquer coisa



 Wish you where here- Avril Lavigne

Queria que você estivesse aqui
Me lembro de todas aquelas maluquices que você disse
Você as deixou passando pela minha cabeça
Você sempre estava lá, você estava em toda parte
Mas agora eu queria que você estivesse aqui
Droga, droga, droga
O que eu faria para ter você
Aqui, aqui, aqui



Thinking of you- Katy Perry

Pensando em você
Você disse 'siga em frente'
Para onde vou?
Eu acho que o segundo melhor
É só o que eu vou conhecer
Porque quando eu estou com ele
Eu estou pensando em você


Se você ainda não viu a primeiro Playletras aqui do Let's é só clicar aqui, até nossa próxima Playletras.

Obs: imagens tiradas da internet (obvio)

24 maio 2015

O que aprendemos com: Mad Max

Bom dia queridos leitores!
Hoje eu não estou aqui para me demorar em uma resenha crítica. Vim conversar com vocês sobre o que podemos aprender com o filme que estreou em 14 de maio.

Mad Max: estrada da Fúria é um filme de ação e ponto! Não há espaço para outras tramas, não há espaço para romance, drama nem humor. E quer saber? Isso de longe foi o ponto fraco ou negativo do filme. Ei? Vocês meninas e mulheres que ainda não foram no cinema assistir porque não gostam de filme de ação, engole esse conceito e vai amiga! Apenas vá! Você vai saber porquê.



Lutando pelo Planeta

Provavelmente você assistiu os primeiros filmes de Mad com Mel Gibson (eu não...vergonha) e você deve saber que tudo se passa em um cenário pós apocalíptico e a água move toda uma sociedade  e os escraviza, levando uns ao poder totalitário e outros a submissão. É tudo um caos e a vontade de sobrevivência e liberdade é o que mantém os personagens principais em uma constante luta.

Ok, então podemos aprender que devemos ser mais cuidadosos e preservar nossos recursos naturais que são tão valiosos, aprendemos que apesar do caos que rodeia a todos os homens, ainda podem se manter generosos e bondosos, que devemos lutar para conquistar nossa liberdade e ajudar os mais fracos...não desistir nunca.
Mas Estrada da Fúria tem um diferencial.

As heroínas



Sinceramente vai ter muito marmanjo se rasgando de raiva, Charlize Theron, que a partir de agora virou minha diva, rouba completamente a cena, Max não é mais o protagonista, Max agora é o ajudante da heroína, é o cúmplice daquela que trará esperança e a salvação de todos.

A ou as personagens principais, e mais fortes dessa trama, são mulheres!!!OMG Para tudooooooo!
Claro que não é o primeiro filme mostrando a força feminina, tem ai Jogos Vorazes, Os Vingadores...ta, desculpa, travou aqui e só lembrei desse hehe, mas Mad Max surpreende.

O ponta pé inicial para a revolução quem dá? UMA MULHER, quem salva as parteiras de seus cativeiros para que elas parem de ser usadas como um objeto procriador? UMA MULHER. Quem desafia o líder venerado e explorador? UMA MULHER. Quem luta contra um exército sem um braço? UMA MULHER.Quem dá ordens ao Max? SIM, UMA MULHER!

Calma gente, a questão aqui não é quem manda. É que uma mulher pode sim ser forte, incansável e lutar pelo que ela acredita, ela pode ser a esperança diante do caos, sua única função não é ser um banco de leite e procriadora, os homens não dominam e não são o centro do universo.

Você vai notar que os guerreiros do líder Immortal Joe são submisso e servem com gratidão, sem questionar seu Sr. E é aí que uma das procriadoras questiona um dos guerreiros sobre sua ideologias a respeito de Joe, ela traz á ele o questionamento, a dúvida sobre tudo o que ele acreditava até agora.

Apesar do destaque aqui ser o feminismo a dominação não é unicamente feminina, Max e um dos garotos de guerra são os aliados na luta pela libertação da humanidade. Então calma meu amigo, o Max também brilha nesse filme. Primeiro é ele quem muda os planos da Imperatriz Furiosa, quando tudo o que ela quer é encontrar um refúgio para ela e as cinco esposas ele mostra que juntos eles podem libertar a todos. Ai vem o segundo ponto: se você ainda não entendeu a guerra não é pelos direitos das mulheres e sim pela igualdade, homens e mulheres se juntam pela libertação dos oprimidos.

Foi genial e muito nobre da parte do diretor investir nisso, as mentes mais machistas precisam começar a aceitar que onde quer que você vá, sempre terá uma mulher que pode roubar a cena, e melhor, salvar a pátria, até mesmo no seu precioso filme de ação que supostamente deveria ser carregado de testosterona.


Enfim, desabafei.

Mas é claro que não tiraremos o mérito da atuação de Tom Hardy que foi excelente. E se você não dá a mínima para essa questão feminina e só quer assistir o filme para se entreter, vá meu amigo, apenas vá! Mad Max: a estrada da Fúria é primitivo, é visualmente incrível, é energético com muita ação e explosão, é insano e tem uma trilha sonora bem original.

É isso, se você ainda não assistiu corre pro cinema. Se você assistiu me conta aqui nos comentário o que você acho.
Obs: imagens tiradas da internet ;)

17 maio 2015

Literatura de entretenimento X Literatura de Clássicos

Quem será que está certo?



Existem pessoas que desmerecem a literatura atual, existem pessoas que até mesmo não consideram os livros infanto-juvenis atuais como literatura. E é sobre isso que conversaremos.
Li dois artigos que me inspiraram a escrever esse post. Um positivamente e o outro negativamente. O primeiro artigo que li foi sobre os 50 anos de carreira da escritora infantil Ruth Rocha que disse em entrevista que “A literatura de hoje em dia, não é literatura. É bobagem! Harry Potter não é literatura”. O outro artigo é da doutora em educação Gabriela Rodella que fala um pouco sobre as leituras em sala de aula.
De fato duas mulheres muito influentes com pensamentos completamente diferentes sobre os livros que os jovens leem. O que deve ser observado e que a Gabriela deixou bem mais claro é que é preciso sim trabalhar mais afundo com os livros, principalmente os clássicos, mas existe uma resistência dos jovens por causa da preferência. Vamos entender melhor?



O que acontece é o seguinte: a leitura está crescendo no Brasil. Há quem diga que ler está virando modinha, dê uma olhada por ai, o número de blogs literários é imenso. E isso é algo que de longe deve ser ruim.
Apesar disso os professores podem se deparar com uma sala em que de 30 alunos 3 já leram Machado de Assis. Controverso né?!
Isso é só uma questão de gosto, sabia?



Machado de Assis, José de Alencar, Álvares de Azevedo foram escritores que fizer e ainda fazem muito sucesso e inspiraram toda uma geração. Mas uma determinada geração dá lugar a outra, com outro pensamento, outra filosofia, outras ideologias e outra preferências.
Pode parecer uma frase muito comum mas é verdadeira. Gosto: cada um tem o seu.
As manifestações culturais (música, filme, livros) são instrumento poderosos que trazem revoluções, reformas políticas, transformam um país! Ok que você não vai ver isso em Crepúsculo, 50 tons de cinza, Toda Sua... Mas você sabe que esses livros foram alvos de questionamento feminino, esses livros formaram opiniões, a favor ou contra! Viu? A literatura atual te obriga a se posicionar sobre um assunto.
O legal no artigo da Gabriela é que ela fala sobre usar as coisas que os jovens leem em sala de aula, conversar, discutir e debater, depois chegar nos clássicos, que são indispensáveis. Assim os professores ganham a atenção de seus alunos e consegue levá-los a conhecer os tão importantes livros clássicos. A aula não vai se resumir a decorar como foi o movimento renascentista ou romancista.
Já a Ruth que me perdoe, respeito a opinião dela, mas ela além de estar desmerecendo o trabalho de outros escritores (desnecessário!) ela está desmotivando a leitura, coisa que vai contra os princípios de todos os autores né.
Não interessa o que os pré-adolescentes, adolescentes, jovens adultos, adultos, terceira idade estejam lendo, o importante é que nossa cultura e nossa ideologia só irá evoluir através do consumo desses materiais artísticos (filmes, livros e músicas). Não deve-se esperar que fiquemos paralisados em um só movimento literário, em uma só ideologia.


A partir de agora, se você quiser criticar as crianças e jovens leitores por escolherem Harry Potter, Percy Jackson entre outros, pare, pegue um desse livros, leia, reflita sobre o que ele traz de positivo. Tenho certeza absoluta que pelo menos uma coisa você vai identificar, todos os livros são portais mágicos para um mundo diferente que sempre, SEMPRE tem algo para nos ensinar, afinal "Não há livro tão mau que não tenha algo de bom"- Miguel de Cervantes.
Até nosso próximo papo literário  o/



Um obrigada especial ao meu (SOMENTE MEU) fotógrafo pessoal Eduardo Silva que me ajudou à tirar fotos exclusivas especialmente para vocês.

09 maio 2015

5 Dicas para arrumar um estágio

Olá pessoal, hoje eu venho trazer algumas dicas para os estudantes, essas dicas servirão tanto para estudantes de diversas áreas, quanto para os estudantes de jornalismo.

Uma das coisas mais importantes na vida de um universitário é o estágio. Sabe aquele papo de aprender na prática? Então, você deve saber que esse é o melhor conselho de todos. Tudo o que seus professores te ensinam será aprimorado, e tudo o que eles não te ensinam será ensinado no estágio. Entendeu? Além do mais existem universidades que exigem estágio na grade de matérias.


Esse post portanto é para você meu/minha caro(a) amigo(a) que PRECISA de um estágio!

DICA N° 1- Procurar nunca é de mais! Eu superrecomendo que você saia correndo (depois que ler o post) e vá se inscrever em uma dessas empresas ou sites de interação empresa/escola, como o CIEE. Eles são especializados em ajudar os menores aprendizes, estagiários e empresas. Vale esses grupos de redes sociais e outros sites também. Mas tão importante quanto se inscrever é manter seu cadastro sempre atualizado e monitorar as oportunidades que surgem sempre! Entre TODO DIA.

DICA N° 2- Guarde seus trabalhos! Ok, você pode até ignorar o fato de que precisa de um portfólio, mas guarde seus trabalhos de escola, faculdade, cursinho e afins. O pessoal de jornalismo: tem que guardar aquelas matérias que o prof manda fazer. Porque se você não tem experiência isso pode te ajudar!

DICA N° 3- Dinheiro não é tudo. Não fique seletiva(o) de mais com as bolsas (remuneração) isso não é o principal! Procure os que não são longe de mais da sua casa, porque ônibus é uma luta todos os dias, e escolha aqueles com atividades que vão te dar experiência, vão te ensinar e te desafiar.

DICA N°4- Não se prejudique. Você tem que lembrar que o estágio é um auxílio e um começo para a sua carreira, ele tem que te beneficiar acrescentando experiência e aprendizados que a faculdade não pode te dar. Mas você não pode prejudicar sua vida acadêmica por causa do trabalho! Então escolha um estágio com um horário que vai te proporcionar momentos para as obrigações acadêmicas e para comparecer às aulas!

DICA N° 5- Se não tem experiência, procure aprender! Falta de experiência é um dos empecilhos para o mercado de trabalho. Mas alguém em algum momento tem que te dar o ponta pé inicial! Se isso está te prejudicando tente fazer cursinhos, palestras ou oficinas. Presencial ou a distância. Algumas faculdades oferecem estágio não remunerado então tente por um tempo você vai aprender tanto quanto. Para os jornalistas desbravar o mundo é sempre bom. Cobrir eventos com fotos e reportagens como passa tempo é uma boa escolha.

(as fotos deste post são de minha autoria;) )

Então é isso gente! Espero que eu tenha ajudado vocês de alguma forma, não se esqueçam de aproveitar suas oportunidades ao máximo. Qualquer dúvida é só comentar aqui em baixo ou enviar um e-mail que eu prometo responder todo mundo.

Até nosso próximo papo.

03 maio 2015

#TAG: Liebster Award 2015



Boa noite pessoal.
Brain Candy me indicou para responder essa tag e eu peço desculpas a ele por ter demorado tanto, mas aqui está, espero que gostem!

Como funciona:
a) Escrever 11 fatos sobre vocês;
b) Responder as perguntas de quem indicou;c) Indicar 11 blogs com menos de 200 seguidores;d) Fazer 11 perguntas para quem você indicar;e) Colocar uma imagem que mostre o selo do Liebster;f) Linkar de volta quem te indicou.


11 fatos sobre mim:

 1- Eu sou estudante de jornalismo, e a princípio não escolhi essa profissão, meio que aterrissei nela mas hoje estou completamente apaixonada!

2- Eu quero muito escrever um livro.

3- Morro de medo de rato!

4- Sou viciada na série friends.

5- Já chorei assistindo High school musical 3.

6- Estou planejando fazer uma tatuagem.

7- Já atirei com uma espingarda de chumbinho.

8- Fui vegetariana por 2 semanas e não senti falta de carne.

9- Adoro gatos mas não posso ter porque sou alérgica.

10- Não tomo refrigerante a 5 anos.

11- Eu falo muuuuito sozinha, mais que o normal, mais que você que diz que também fala sozinha.


Doce ou salgado?
Eu costumo manter um equilíbrio, mas se eu ver um brigadeiro na minha frente eu não resisto. Então prefiro doce.



Um livro que amo.
Eu amei o Código da Vinci, ficava alucinada e louca para compartilhar as aventuras e descobertas de Robert.



O pior filme que já assistiu.
Faz anos mas ainda me lembro de como PERFUME A HISTÓRIA DE UM CRIME me causou repulsa e assim que terminou eu boiei e disse “cara que bosta de filme!”



A quanto tempo tem o blog?
Eu dei a vida a esse lindo do Let’s talk a 1 ano e venho amando ele cada vez mais!!!

Ator/atriz favorito(a). Um filme/série em que atuou.
Hum, essa é difícil hein mas eu gosto muito da personalidade que o Robert Dowey Jr. Deposita em seus personagens. Ele já atuou em Sherlok Holmes e Homem de Ferro.



Um lugar para passar as férias.
Eu amo ficar em um local isolado lendo, mas ultimamente estou louca para ir para algum lugar da Europa, então pode ser Londres.



Atividade física favorita.
Não me exercito muito, já dancei, nadei, lutei e malhei e acabei desistindo. Mas uma coisa que pode ser terapêutica e que se eu pudesse faria mais é caminhar.



A melhor música. E a pior?
Mais difícil ainda hein! Olha eu ando em um clima meio deprê então eu diria See you again do Wiz Khalifa com o Charlie Puth é a melhor no momento e a pior seria a tal da moriçoca.



Inverno ou verão? Por que?
Inverno. Eu amo. Deixa um clima mais calmo, é melhor para se vestir, para comer e fazer programas caseiros e a dois. Tudo de bom.



Eu odeio___________

Eu odeio preconceito e pessoas que se julgam superiores.



Qual seu personagem fictício preferido?
Eu gosto da Bridget Jones. Hehe


Todas as imagens foram retiradas do Google ;)

Perguntas:
Um sonho?
Gostaria de viajar para onde?
Uma meta para o futuro
Algo que te deixa muito alegre e empolgada.
Um medo
Um item que deseja muito comprar
Está lendo algum livro? Qual?
Prefere série ou filmes?
O que mais gosta de fazer no domingo?
Qual sua maior qualidade e o seu maior defeito?
Já quis fazer alguma loucura? Qual?

Eu indico:
Bom tava difícil achar blogs com menos de 200 seguidores, então qualquer blogueira(o) que estiver disposta(o) a fazer a tag sinta-se indicada(o)  ;)

01 maio 2015

FLISOL DF 2015


Neste dia 25 de abril aconteceu em Brasília na faculdade Anhanguera Facnet a 10° edição do Festival Latino Americano de Software Livre. O evento foi gratuito e aberto para a comunidade.
Com a presença de palestrantes e participantes de todo Brasil, o festival que acontece anualmente desde 2005 continua crescendo e tomando grandes parâmetros, o que parecia só um evento de computação hoje é um projeto que tem como objetivo o incentivo ao uso de softwares livres, está sendo proporcionado para todos uma liberdade de escolha.


A abertura contou com a presença da diretora da Faculdade Anhanguera Facnet Cimara Correa Machado, o diretor da PMI DF (Project Managment Institute) José Alves, o diretor presidente da SERPRO Marcos Vinicus Ferreira Mazoni, o representante do subsecretário da Secretaria de Cultura Mariel Zasso e o diretor de Tecnologia da Presidência da República Claudio Dutra.

A participação de profissionais qualificados que trabalham diariamente com esses sistemas enriquece o Flisol com reflexões e propostas que visam mover o Brasil para o desenvolvimento tecnológico, no debate entre palestrantes e organizadores foi proposto que a preferência pelo uso de software gratuito poderia tornar-se um projeto de lei.

O festival proporciona para os estudantes e interessados palestras, minicursos e oficinas. Os alunos do Instituto Federal do Goiás compareceram ao evento através do incentivo de seus professores, as alunas entrevistadas dizem que é a primeira vez no FLISOL, elas estão estudando Tecnologia da Informação e acham que isso é um incentivo à suas futuras carreiras e um acréscimo aos seus conhecimentos, a palestra mais aguardada por elas é a de comandos básico de Linux.