slide

23 fevereiro 2015

Oscar 2015: destaques

O Oscar 2015 transmitido na noite de ontem (22 de fevereiro) teve maiores e mais importantes destaques do que os "melhores e piores looks".


(imagem tirada do Google)

A cerimônia emocionou no quesito cinematográfico e musical, com o vencedor de melhor canção original 'Glory' proporcionou não só uma apresentação linda mas é parte do filme Selma com uma questão social de peso que na minha opinião deveria ter tido mais reconhecimento pela Academy.
Infelizmente não tive a oportunidade de ver nenhum dos indicados mas o tema que eles abordam me instigou a assisti-los. Selma que retrata uma luta pelos direitos dos negros e o Jogo da Imitação estão na minha lista de urgência
(imagem tirada do Google)

(imagem tirada do Google)

O evento promovido pela Academia de Artes e Ciência me trouxe aquela sensação de êxtase ao reparar a importância que os filmes trazem, a cada ano eles levam ao público questões sociais, mas esse ano me senti parte de tudo, no discurso sobre a igualdade das mulheres de Patricia Arquette, vencedora de melhor atriz, eu quase pulei do sofá para aplaudir.

(imagem tirada do Google)

O momento nostalgia dedicado ao filme Noviça Rebelde teve uma extraordinária apresentação de Lady Gaga cantando uma das canções do filme. E claro não poderia faltar a pequena mas ilustríssima presença da maravilhosa Julie Andrews.


(imagens tiradas do Google)

Estou ansiosa para ver os filmes indicados e fazer uma resenha para vocês.
Mas até lá, beijos e até o nosso próximo papo.

13 fevereiro 2015

Turismo em Brasília

Olá queridos leitores
vocês já tiveram a sensação de que conhece pouco a cidade onde vive? Que quase nunca sai da sua zona que engloba casa, trabalho, faculdade/colégio e talvez aquele shopping perto de você?
Eu moro em Brasília a 18 anos e conhecia muito pouco da cidade onde nasci, mas isso mudou. Uma das vantagens de estar estudando jornalismo é que o curso te incentiva a conhecer e trabalhar mais com cultura de um modo geral, e foi graças a essa maravilhosa profissão que eu passei a olhar com outros olhos a minha cidade natal.
Em alguns trabalhos que eu fiz no primeiro e segundo semestre tínhamos que tirar fotos, e em dois projetos eu e meu grupo escolhemos Brasília como o palco e o personagem inspirador para moldar nossas ideias.


Pegamos o ônibus, fotografamos, aprendemos e de bônus nos divertimos muito.E com o objetivo mais que alcançado nós construímos individualmente uma perspectiva especial sobre a capital, por de trás da lente descobrimos lugares aconchegantes e pessoas intrigantes.

Vejam abaixo alguns dos clicks que eu e meu maravilhoso grupo fizemos.
 Aproveitem a paisagem!

Parque Sarah Kubitshek (Parque da Cidade)

Rodoviária do Plano Piloto 



Catedral de Nossa Senhora Aparecida



Torre de TV

Fonte da Torre de TV

 Feira de adoção no Parque da Cidade

Torre de TV


Feira Artesanal da Torre de TV

Espero que vocês tenham gostado das fotos e que elas incentive vocês a sair de casa com seus amigos e descobrir o mundo, ou pelo menos a cidade em que você mora.

Obs: as fotos deste porst foram tiradas por mim e meus queridos amigos da faculdade, futuros jornalistas.
Ana Paula Figueiró
Bárbara Oliveira (me)
Cleiton Barboza
Jéssica Gomes
Ah e nas duas primeiras fotos uma pessoa muito especial também estava presente me ajudando, muito obrigada Eduardo Silva.

















11 fevereiro 2015

A Saga do Tigre ( Tiger's Curse)

Olá queridos leitores
hoje o nosso papo literário será escrito com muito prazer e alegria, pois essa semana resolvi atualizar pelo menos uma das séries de livros que eu comecei e não terminei. Então comprei o quarto livro da série do Tigre da editora Arqueiro, O Destino do Tigre.
O primeiro livro da série é A Maldição do Tigre e quando eu achei a resenha dele na internet fique quase com os dois pés atrás antes de comprar. Eu nunca tinha lido nada da mitologia indiana (ou hindú se preferirem) e achava que não ia gostar, mas por algum motivo eu comprei.
Os quatro livros da saga retratam a jornada de Kelsey Heyes, uma garota de Oregon que perdeu os pais recentemente e arruma um emprego no circo para pagar a faculdade. Lá ela fica responsável pela atração principal, um enorme e belo tigre branco de olhos azuis que possui uma conexão forte com ela. O que Kelsey não esperava é que o tigre Ren era na verdade um príncipe indiano que fora amaldiçoada e somente ela, a escolhida, poderia salvar ele e seu irmão Kishan da maldição.
A série é fantástica em seu sentido literal, ela te leva em uma viajem pela cultura indiana, vocês irá conhecer a culinária, o idioma, os costumes e a religião. Embarcará em uma jornada de aventuras de tirar o fôlego conhecendo a Índia, o Himalaia, passando pelo centro da Terra e séculos através da história, além de mergulhar profundamente na mitologia.
Todos os elementos e detalhes dos livros me cativaram muito, além da jornada que os três (Kelsey, Dhiren e Kishan) precisam enfrentar para cumprirem seu destino nos deparamos com o romance cheio de altos e baixos que a escolhida nutre pelos irmão guerreiros, mas somente um está destinado a ficar com ela.
Como nada é perfeito os livros possuem suas falhas, a imensa quantidade de detalhes que me maravilha, pode se tornar cansativo para alguns leitores e a outra imperfeição se dá lá nos primeiros livros quando a personagem principal se mostra um clichê, uma garota frágil e insegura que está perdidamente apaixonada por um príncipe mas não se acha boa o bastante. Mas o jogo muda...
Confesso que demorei um tempo até chegar no Destino do Tigre que traz o desfecho da história, mas quando terminei me vi maravilhada, cercada por uma devoção quase hipnótica por essa belíssima saga. O último livro (que não é bem o último) é o meu favorito entre os quatro. E é justamente nesse livro que a Kesley se transforma em minha heroína favorita, cheia de poder, segurança, força e com suas convicções inabaláveis ela torna a dinâmica no livro muito mais emocionante.
O Destino do Tigre revela o final das buscas e lugar de cada personagem, mas a autora Colleen Houck escreveu A Promessa do Tigre que eu ainda não li, mas que segunda algumas resenhas trata sobre as coisas muito antes das buscas pela quebra da maldição.
E para os fãns da saga acho que posso dizer em nome de todos que estou extremamente ansiosa para o lançamentos dos filmes, Sim! A Paramount comprou os direitos autorais e estou de dedos cruzados para que tudo dê certo no lançamento previsto para este ano.
Bem, é isso, está mais que recomendado, espero que vocês aproveitem os livros e me conte nos comentários o que achou. Até o nosso próximo papo literário.