slide

03 janeiro 2015

Prazeres da noite (uma leitura picante)

Além da nossa querida e conhecida realidade existe uma dimensão perigosa e desconhecida chamada Crepúsculo.
Nesta outra dimensão sábios e guerreiros lutam ao longo dos séculos contra uma força que nós bem conhecemos mas que subestimamos: os Pesadelos. Diariamente guerreiros são mandados para o sonho das Sonhadoras para realizar suas fantasias além de enfrentar batalhas empunhando espadas contra os incontáveis Pesadelos que podem um dia destruir nossa realidade e o Crepúsculo.
Entre os Guerreiros e as Sonhadoras, Aidan e Lyssa descobrem uma conexão um com o outro que supera tudo e que pode mudar o que ambos acreditam.
Parece mais uma história de romance com ficção que nós bem conhecemos, mas não se enganem, beijos apaixonados e longos passeios de mãos dadas estão longe de habitar essas páginas. Sexo, polido, selvagem e amoroso faz mais o estilo de Prazeres da Noite, já era de se esperar já que a autora deste livro é nada mais nada menos do Sylvia Day, autora de Toda Sua e mais um monte de livros safadinhos .
Os clichês ainda podem ser os grandes vilões para muitas pessoas, e este livro está cheio deles. O mocinho lindo, maravilhoso, forte, habilidoso, perfeito e bom de cama é um dos principais elementos alvo de comparações com outros zilhões de livros, e a mocinha "supostamente" normal com alguns problemas pessoais e que acaba sendo alvo de admiração e obsessão do personagem principal é o segundo clichê, e por ai vai.
Eu levei mais de um mês para terminar de ler este livro, claro que eu estava no fim de semestre e cheia de coisas para fazer, mas ainda assim demorei muito para ler e minha crítica pode ter sido comprometida, mas afinal vale a pena ler Prazeres da Noite? Bem, esta foi minha primeira leitura erótica, li alguns trechos de 50 tons de cinza mas não senti vontade de comprá-lo, já este foi uma recomendação da vendedora e não me arrependo de ter adquirido, provavelmente este não é o melhor livro erótico mas para um começo já foi bem impactante.


Os personagens pensam muito em sexo, sério! Mas Babí histórias eróticas são assim mesmo! Ok, entendi, mas existe  toda uma trama e outras ações dentro que são bem afetadas ou atingidas pela sensualidade e depravação dos personagens.
As partes picantes, apesar de serem alterada pela vontade da autora de que as leitoras fiquem loucas pelo Aidan, me pareceram bem reais, bem escritas e sem frescuras, a linguagem é o que eu esperava de um diálogo desse gênero literário. Portanto minhas queridas conservadoras sugiro que passem bem longe desta gostosa obra da Sylvia Day.
Se você já leu Prazeres da Noite ou quer recomendar algum livro deixe seu comentário, prometo ler todos e responder.
Beijos e até o nosso próximo papo sobre livros.



2 comentários:

  1. eu sempre tive preconceito com esse tipo de livro, parece que não são apenas pornografia.

    ResponderExcluir
  2. Existem sim os gêneros eróticos que possuem uma história vazia e se sustentam apenas no sexo, mas essa história da Sylvia carrega uma trama bem interessante, vale a pena conferir.

    ResponderExcluir