Pular para o conteúdo principal

Enem 2014: dificuldades encontradas

Boa tarde queridos leitores
eu sei que estou um pouco atrasada para falar desse assunto, mas acredite em mim, não foi porque eu quis. Eu tenho andando muito ocupada ultimamente, tenho tido muita coisa na faculdade para fazer, sem contar o próprio Enem.
Bom eu não quero falar nesse post sobre as dificuldades da prova, se estava fácil ou difícil, isso vai de cada um. O que eu quero é expor aqui ou mesmo compartilhar uma dificuldade física que eu compartilhei com milhares de pessoa no último final de semana.
Se você fez o Enem nos dias 8 e 9 de novembro e teve que utilizar o transporte público para chegar até o seu local de prova então você sabe do que eu estou falando! Foi complicado viu, 4 h antes da prova eu estava na parada para pegar o ônibus que demorou 1h para chegar. Da minha casa até a universidade, onde fui colocada foi cerca de 1h40.
Eu cheguei cedo, tive alguns momentos para sentar e relaxar, fiz minha prova e quando terminei lá vem o desespero. Esperei na parada mais de 2 horas para pegar um ônibus que veio LOTADO, me senti um pouco triste pois o motorista não tinha condições de pegar os trabalhadores das paradas, não tinha espaço nem para o nosso oxigênio. Ainda assim parei a uma distância de mais ou menos meia hora da minha casa e completei o caminho a pé. Estava exausta quando cheguei.
O Exame Nacional de Ensino Médio não foi nenhuma surpresa de última hora, eu já esperava que o fluxo de ônibus estivesse reduzido no final de semana, mas não esperava que fosse a tal ponto. Senti sim, uma falta de consideração e atenção com os estudantes, porque não nos foi disponibilizado um número maior de ônibus, não estávamos ali por diversão, a prova em si é um teste as nossas resistências, ainda tínhamos que passar pela experiência de ficar, sabe se lá quantas horas esperando um ônibus para voltar para casa.
Sinceramente me senti desrespeitada
(imagem tirada do site FronteiraWeb)


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Uma curiosidade sobre o jornalismo: mascote

Olá queridos leitores,
hoje eu vim aqui trazer para vocês uma curiosidade do jornalismo. É algo que eu descobri recentemente, achei interessante, e vim compartilhar.
Você sabe qual é o mascote que representa o seu curso? Ou o símbolo dele? Não? Não acha que seja algo relevante?
Pois saiba que na sua formatura, o(a) organizador(a) do evento terá a obrigação de saber para inserir na cerimônia, além disso o mascote ou o símbolo pode ter uma grande carga moral e ética que resume bem a sua futura profissão ou o perfil adequado, e lhe servirá de guia em sua jornada. Como exemplo eu trouxe os símbolos ou mascotes do jornalismo:
Foca: a foca é destinada a representar os recém formados (novatos) ou que estão prestes a entrar no curso, representa aqueles com pouco ou nenhuma experiência, a foca é considerada um animal curioso e observa tudo ao redor, pois é algo novo para ele, além disso ela demonstra determinação. Há aqueles jornalistas que não gostam muito dessa representatividade.



Raposa: ah…

Como transformar seu dia

Ela acorda pela manhã às 6:00, não dá tempo de colocar aqueles 5 minutos a mais no despertador, é preciso correr e se arrumar, mal da tempo de assimilar as coisas ao seu redor, ou de espantar o sono. Nessa fração de segundo, entre chutar o edredom e pisar na cerâmica gelada, o pensamento de desistir do seu dia assola sua mente, será que se faltasse do serviço só por hoje seria demitida? Por que ela não podia se permitir ser mais irresponsável? Tão rápido quanto veio o pensamento se dissipa, onde já se viu? A dificuldade 2x pior na vida de outras pessoas, os planos para o futuro, aqueles que dependem dela e até o mimo no fim do mês são desculpas suficiente para seguir em frente.
Seu dia começou.
Novamente.
Mais doses daquela rotina construída.
Seu dia tem tudo para ser como todos os outros.
Ela entra no metrô, abre um livro e se perde na rotina de outra pessoa, cavalga suavemente nas palavras que descrevem uma vida que não é sua. O fato de estar em pé e ter que ficar com o braço levan…

Playletras da superação

Olá queridos leitores. Já fazia um tempão que eu não fazia Playletras né? Para compensar eu trouxe uma lista com um propósito nobre. No playletras de hoje eu quero pedir que você baixe essas músicas, pode ser no celular ou no computador, de preferência quando estiver sozinho, escute em volume alto e preste atenção na letra. Deixe sua mente vagar pela mensagem porque as canções de hoje foram feitas e selecionada para ajudar você a superar, seja um término, seja pessoas ruins na sua vida, escolhas ruins ou erros que você não consegue deixar para traz, essas bandas de rock querem te incentivar a seguir em frente, então aperte o play and move on!
1° Pitty- Serpente A baiana Pitty é aquela melhor amiga que te manda a real! Ela vai te dizer o que você precisa escutar não o que você quer. Recentemente ela passou por uma fase bem difícil mas transformou essas experiências em um álbum de superação, a melodia é cheia de instrumentos diferentes que nos embalam em uma leve alegria e ainda remete…