slide

04 maio 2014

Opinião

Você já deve ter se deparado com a campanha "Somos todos macacos" com alguns artistas tirando fotos com bananas e postando em suas redes sociais. A origem desse movimento não é desconhecido. Todos sabemos que começou quando um torcedor jogou uma banana para o jogador Daniel Alves, que pegou a banana e a comeu em um gesto que julgamos ser um jeito bem humorado para se desviar do racismo. A campanha foi lançada por Neymar, e está repercutindo até hoje.
Primeiro me pergunto por que as pessoas que tiraram as tais fotos acharam que esta poderia ser uma campanha contra o racismo?
Você já deve ter abrido sua rede social e lido uma comovente história sobre alguém passando por determinada situação, e pedindo para curtir ou compartilhar a foto, e isso irá arrecadar dinheiro e salvar o tal indivíduo. E você já deve ter ouvido que isso é perda de tempo, que nenhum compartilhamento vale 10 centavos e vai ajudar alguém.
O mesmo vale para a campanha. A banana não representa o combate ao racismo, uma celebridade posando para uma foto comendo a tal banana não vai diminuir o preconceito, os casos de racismo, não vai tornar mais severas as penas para tal ato e não vai tornar a justiça mais satisfatória para as vitimas. E além de tudo, não, nós não "somos todos macacos".
Não é novidade a importância das redes sociais, todos sabemos a força delas. Mas estamos perdendo a capacidade de usá-la de forma inteligente.
O combate ao racismo vem acontecendo de várias formas, em todo o mundo e ao longo de várias décadas. Mas vejo essa campanha diminuindo a causa. Regredimos do pensamento de somos todos humanos para somos todos macacos. Só eu vejo o próprio racismo se materializando na tal campanha?
O próprio Daniel Alves diz não apoiar a #somostodosmacacos.
Me pergunto onde está o bom senso. Será que alguma vítima de racismo se identificou com a campanha?
Se sim por favor me diga como e por que.
Tenho certeza que iremos achar uma forma mais eficiente e de bom senso para combater p racismo, algo que valha a pena, que dê orgulho e o mais importante resultado.