Pular para o conteúdo principal

Flisol

Ontem ingressei em um mundo novo.
Com o objetivo de ganhar experiência e horas complementares na faculdade me voluntariei, junto a alguns colegas, para cobrirmos um evento sobre software livre.
Cheguei ao local empolgada, com pouco conhecimento do assunto mas muito ansiosa. E me surpreendi! Não era um simples evento com 2 palestrantes e 5 participantes. Era o maior Festival Latino Americano de Software Livre.
O evento aconteceu em duas sedes aqui em Brasília. Uma em Taguatinga (onde fiquei) e outro em Santa Maria. Haviam 4 caravanas, sendo que uma era de Goiânia.
São vários palestrantes, de diversas áreas, alguns com palestras mais técnicas e complexas, e outros com palestras mais simples (as únicas que eu entendia), portanto desde o nível ensino médio básico, até níveis universitários.
O evento também disponibiliza sala de jogos livre e sorteio de camisetas, CDs e bolsas de estudo.
Eu não sai de lá sabendo tudo sobre software livre, banco de talentos ou programação de sistemas. Sai de lá, cansada, com uma experiência na área jornalística (publiquei 4 textos para o blog em um único dia!) e com uma tremenda vontade de fazer com que a divulgação do evento seja mais do que é atualmente.
Foram 2500 inscrições, mas sinto que pouco se sabe sobre o Flisol aqui em Brasília. Eu mesma só soube de sua existência essa semana, e realmente acho que é algo que vale a pena, a liberdade de conhecimento é a principal proposta, e se você fala de liberdade, então a sociedade precisa conhecer! Não necessariamente para aderir, mas para adquirir conhecimento e opções.

Eu os convido a visitarem o blog e lerem as nossas reportagens, mas mais importante, eu os convido a participar no próximo ano.

http://flisoldf.blog.br/2014/noticias/


(Foto tirada por Bárbara Oliveira)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Uma curiosidade sobre o jornalismo: mascote

Olá queridos leitores,
hoje eu vim aqui trazer para vocês uma curiosidade do jornalismo. É algo que eu descobri recentemente, achei interessante, e vim compartilhar.
Você sabe qual é o mascote que representa o seu curso? Ou o símbolo dele? Não? Não acha que seja algo relevante?
Pois saiba que na sua formatura, o(a) organizador(a) do evento terá a obrigação de saber para inserir na cerimônia, além disso o mascote ou o símbolo pode ter uma grande carga moral e ética que resume bem a sua futura profissão ou o perfil adequado, e lhe servirá de guia em sua jornada. Como exemplo eu trouxe os símbolos ou mascotes do jornalismo:
Foca: a foca é destinada a representar os recém formados (novatos) ou que estão prestes a entrar no curso, representa aqueles com pouco ou nenhuma experiência, a foca é considerada um animal curioso e observa tudo ao redor, pois é algo novo para ele, além disso ela demonstra determinação. Há aqueles jornalistas que não gostam muito dessa representatividade.



Raposa: ah…

Como transformar seu dia

Ela acorda pela manhã às 6:00, não dá tempo de colocar aqueles 5 minutos a mais no despertador, é preciso correr e se arrumar, mal da tempo de assimilar as coisas ao seu redor, ou de espantar o sono. Nessa fração de segundo, entre chutar o edredom e pisar na cerâmica gelada, o pensamento de desistir do seu dia assola sua mente, será que se faltasse do serviço só por hoje seria demitida? Por que ela não podia se permitir ser mais irresponsável? Tão rápido quanto veio o pensamento se dissipa, onde já se viu? A dificuldade 2x pior na vida de outras pessoas, os planos para o futuro, aqueles que dependem dela e até o mimo no fim do mês são desculpas suficiente para seguir em frente.
Seu dia começou.
Novamente.
Mais doses daquela rotina construída.
Seu dia tem tudo para ser como todos os outros.
Ela entra no metrô, abre um livro e se perde na rotina de outra pessoa, cavalga suavemente nas palavras que descrevem uma vida que não é sua. O fato de estar em pé e ter que ficar com o braço levan…

Playletras da superação

Olá queridos leitores. Já fazia um tempão que eu não fazia Playletras né? Para compensar eu trouxe uma lista com um propósito nobre. No playletras de hoje eu quero pedir que você baixe essas músicas, pode ser no celular ou no computador, de preferência quando estiver sozinho, escute em volume alto e preste atenção na letra. Deixe sua mente vagar pela mensagem porque as canções de hoje foram feitas e selecionada para ajudar você a superar, seja um término, seja pessoas ruins na sua vida, escolhas ruins ou erros que você não consegue deixar para traz, essas bandas de rock querem te incentivar a seguir em frente, então aperte o play and move on!
1° Pitty- Serpente A baiana Pitty é aquela melhor amiga que te manda a real! Ela vai te dizer o que você precisa escutar não o que você quer. Recentemente ela passou por uma fase bem difícil mas transformou essas experiências em um álbum de superação, a melodia é cheia de instrumentos diferentes que nos embalam em uma leve alegria e ainda remete…